Moto contínuo da inovação

O moto contínuo é a realização de um sonho : um motor que se realimenta e, sem perdas, reutiliza eternamente a energia que o move. Apesar de refutada pela física, sua existência permanece controversa.

Segundo a Wikipedia: “Um moto-contínuo, ou máquina de movimento perpétuo (o termo em latim perpetuum mobile não é incomum) são classes de máquinas hipotéticas, as quais reutilizariam indefinidamente a energia gerada por seu próprio movimento.”

Se pensarmos no fluxo da informação postada diariamente na web, talvez este possa ter algo de um moto contínuo: a eterna retroalimentação das informações, através de pirataria, cópia, citação, colagem, recriação e replicação ad infinitum. Por ser a web tão aberta à replicação  (pois é: “information wants to cut and paste“),  o moto contínuo da internet faz com que um produto ou tecnologia avaliados como inovadores sejam muitas vezes apenas uma cópia criativa e aprimorada de idéias de outros, já publicadas.

Quando criei este blog não queria apenas replicar informação, mas tentar entender e comentar aquelas idéias que, apesar de muitas vezes obscuras, tem o potencial de rapidamente gerar efeitos práticos sobre a vida de todos nós, num tempo cada vez mais curto. E, por outro lado, sempre gostei de blogs. De todas as aplicações criadas na web ficam apenas as que cumprem sua missão com pouca enrolação e manutenção.  Estas aplicações às vezes não tem nada de tão sofisticado assim, mas funcionam.  Um blog é algo do gênero: um conjunto de comentários em sequência e com um design simplório ao fundo. Mas, sem os blogs, na web não existiria a assinatura pessoal.

Resumindo, vamos lá: os assuntos deste blog aqui são basicamente a tecnologia e seu impacto, analisado e ponderado com um pouco de tecnoceticismo (fazer o hype tecnológico ser visto sob a ótica da simplicidade e tanto quanto seja possível, da imparcialidade).

E, claro, este blog também é uma desculpa para garimpar a pequena parte da cultura pop que ainda me emociona e dá sentido às horas vazias da minha vida: as pérolas e grooves da mpb, rock e jazz dos anos 70 e 80, trechos de livros obscuros da editora Brasiliense nos anos 80, cartoons, guias de viagens e otras cositas más.

Have fun.

Rodrigo Bahia Viana

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s